quinta-feira, 24 de junho de 2010

Hymenoptera




É composto pelas abelhas, formigas, vespas, mamangava, marimbondo e saúva. São considerados os insetos mais evoluídos. Foram descritas cerca de 150 mil espécies que medem de 0,5-115mm de comprimento.

Possuem olhos extremamente desenvolvidos podendo ser formados por milhares de omatídeos. O aparelho bucal é do tipo lambedor (nas abelhas) e mastigador nos demais. Em geral, irá possuir o tórax mais largo que o abdome, com pernas ambulatórias ou coletoras ( no caso das abelhas).

Possuem 4 asas membranosas, onde as posteriores são menores que as anteriores. Algumas são ápteras, isso vai depender da casta em que ela se encontra, como nas formigas. Possuem o ovipositor muitas vezes transformado em ferrão, que estão associados as glândulas de veneno.

O polimorfismo é muito frequente nas castas de insetos sociais. Desenvolvem-se por holometabolia. Podendo ocorrer partenogênese em abelhas. Quando adultos alimentam-se de substâncias líquidas de origem vegetal.

São agentes importantes para a polinização. Também atuam como controle biológico de insetos, pois são parasitas. Algumas espécies são bastante prejudiciais ao homem.

Abelhas, formigas e vespas utilizam o ferrão para introduzir peçonhas, as quais podem provocar dor intensa, alergia e efeitos mais graves.

Existem duas sub-ordens:

SUB-ORDEM SYMPHYTA

SUB-ORDEM APOCRITA


CURIOSIDADES


Abelhas: vida social
(Apis milifera)

As abelhas vivem em grupo ou sociedade. Elas recolhem o néctar das flores e o leva para o ninho ou colméia. Uma grande colméia possui em média 50 mil abelhas. Onde a rainha irá por todos os ovos. Muitas abelhas operárias têm a função de alimentar a rainha e limpar a colméia, além de afastar os inimigos e cuidar dos ovos e das larvas nos alvéolos. Os machos (zangões) acasalam com a rainha.

Observe o esquema a seguir (clique para uma melhor visualização).


Na alimentação as abelhas saem em busca de flores com néctar (água e carboidratos), elas dão várias viagens entre as flores e a colméia, com o néctar, que são armazenados nos alvéolos.

As abelhas produzem cera devido a glândulas localizadas no abdome.



Cuidados:

As abelhas possuem um ferrão no abdome, que o usam em situações de perigo. Esse ferrão é cheio de farpas o que dificulta a retirada da pele. Por ser rico em farpar, quando a abelha pica ela perde uma parte de seu intestino, pois o ferrão fica preso na pele do animal. Depois da picada a abelha morre.

O veneno da abelha é formado por Apitoxinas (veneno da abelha formado por ácido fórmico, ácido clorídrico, ácido ortofosfórico, histamina, colina, triptófano, enxofre, fosfato de magnésio,cobre, cálcio, etc. Utlizado para o tratamento de artrite reumatóide)






Vespa gigante





A vespa mandarina mede cerca de 5 cm e carrega veneno suficiente para matar um homem. São nativas da Ásia e dos Alpes japoneses, vivem em ninhos com cerca de 50 indivíduos. A rainha pode medir 5,5 cm e pode viver em invernos rigorosos, quando encontra um bom abrigo a rainha hiberna por 6 meses. Quando acorda da hibernação, come e passa a reproduzir. Ela produz aproximadamente 30 ovos por dia.


A apicultura é um grande negócio no Japão. As vespas irão utilizar as abelhas (comida preferida) como fonte de alimentação.

As vespas são maiores que as abelhas, além disso utlizam o seu ferrão cheio de veneno para imobilizá-las.







As abelhas possuem uma grande vantagem numérica e para se defenderem das vespas utilizam uma técnica que permite o aumento da temperatura (até 45ºC).Como as vespas não resistem a grandes temperaturas acabam morrendo.






Mordida veloz:



Nome científico: Odontomachus bauri
Conhecida popularmente por formiga-de-estalo. É uma formiga carnívora da família das Poneríneas, morde a uma velocidade de 100 km/h -2,3 vezes mais rápido que um piscar de olhos. Dados revelados por imagens digitais de alta velocidade.

Com isso esses animais ganharam o recorde mundial de mais velozes. A força de suas mandíbulas é de cerca de 300 vezes maior que o peso do seu corpo. Muitas vezes elas mordem o chão para se arremessar a uma longa distância, afim de fugir do perigo. Se elas morderem algo resistente o impacto as precipita para cima.

São encontradas na América do Sul e Central.






Vespa Apoica pallens

São encontradas na América do sul e Central, no Nordeste brasileiro. Elas são de hábito noturno e ficam durante o dia cuidando do seu ninho.

Em cada ninho podem existir cerca de 200-300 vespas, mais suas pequenas larvas.



Quando trocam seu ninho ao pôr-do-sol por um novo, comunicam-se através de feromônios lançados nas folhas durante o caminho.






Formigas carnívoras

Entre as maiores formigas carnívoras do mundo duas se encontram no Brasil. São a Dinoponera gigantea e a Eciton burchellii.

Formiga legionária( Eciton burchellii)

Estas formigas vivem nas florestas tropicais da América do sul. São nômades e a rainha pode colocar milhares de ovos por dia. Estas formigas não conseguem formar imagem e por isso utilizam rastros químicos para se conduzir. Andam sempre em grupos formando um cordão de segurança que resgatam as que ficaram perdidas na trilha. Quando se locomovem levam tudo consigo, larvas, folhas e comidas.

Elas não usam nenhum tipo de material para a construção de seu ninho, ao contrário, elas se juntam e formam uma rede que cobre a rainha e as larvas. Com isso seus ninhos são temporários.










Falsa-tocandira ( Dinoponera gigantea)



São venenosas e só atacam para comer. São carnívoras e se alimentam de outros insetos, de lesmas e até mesmo de pequenos lagartos. Possuem aproximadamente 3 centímetros de comprimento. Vivem de 12 a 14 meses. São encontradas no Pará e no Maranhão.

Ao contrário das outras formigas, a rainha é escolhida através de uma luta entre as obreiras. Quando essa morre uma nova luta é travada e uma nova líder é escolhida.


Mamangava



No Brasil existem catalogadas cinqüenta e duas espécies de mamangavas distribuídas em 13 subgêneros. Apesar de não formarem colônias, a maioria das espécies de mamangavas de toco apresenta longevidade prolongada das fêmeas, sobreposição de gerações e tolerância à presença de membros da mesma espécie no ninho.


Estas características são típicas de espécies que estão evoluindo para a eussocialidade, ou seja, para tornarem-se sociais. São essenciais para a polinização de várias espécies de plantas nativas da caatinga, mata atlântica, cerrado, mata amazônica ou de zonas litorâneas. Principalmente na polinização do maracujá.



Marimbondo


As vespas são também conhecidas como marimbondos ou cabas. Algumas famílias de vespídeos como Synoeca cyanea (marimbondo-tatu) e de pompilídeos como Pepsis fabricius (marimbondo cavalo) são encontrados em todo o território nacional.

São tidos como inimigos devido a suas ferroadas dolorosas. São predadores de muitos insetos nocivos como cupins, aranhas, formigas, lagartas, gafanhotos e mosquitos, entre eles o Aedes egypti, transmissor da dengue.

Ao contrário das abelhas, não deixam o ferrão no local da picada. Os efeitos locais e sistêmicos do veneno são semelhantes aos das abelhas, porém menos intensos.

Fazem seus ninhos em árvores e devido ao desmatamento e da proximidade do homem também constroem em casas.




Fonte: BBC

11 comentários:

  1. Aprendi muito principalmente sobre a danadinha da Formiga de estalo ,ja fui mordido e doi muito,a mamangava tambem ja vi muito sou de Sergipe-Nossa Senhora-do-Socorro

    ResponderExcluir
  2. Legal! Ja fui picado por umas 20 abelhas de uma so vez, pelo famoso marimbondo caboclo, entre outro e doi pra burro.Hoje levei 2 picadas. Uma no indicador direito e outra atraz da orelha, foi uma vespinha chata que faz seu ninho principalmente em pés de manga! Mais adoro estes animais. abç

    ResponderExcluir
  3. Estes marimbondos cavalo acabaram de se instalar no meu limoeiro! Pensei que eram abelhas! Será que vamos conviver pacificamente se eu não os incomodar? Abçs, Maria Luiza

    ResponderExcluir
  4. Aprendi muito com este BLOG. Obrigado.

    ResponderExcluir
  5. muiiiiitoooo bom eu precisava fazer um trabalho e eu consegui tirar 8.0 pra mim ta otimo..

    ResponderExcluir
  6. Aqui na minha casa temos um pé de graviola.E eles fizeram uma casa que já esta bastante grande!Meu esposo vai queimar,pois nossos filhos são alérgico!

    ResponderExcluir
  7. Ai,tenho pavor desses insetos.Eles deveriam ser extintos da natureza!!!

    ResponderExcluir
  8. Boa noite!!

    Parabéns pelo blog e pelas informações aqui contidas!!

    Abraço!
    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.

    ResponderExcluir
  9. Albert Einstein um dia disse: "Se um dia as abelhas desaparecerem da terra, a humanidade só tera mais 4 anos de vida"
    Só um comentario para os imbecis que dizem que algum ser é pavoroso e que não deviam existir!!
    Todos seres vivos mantém nosso mundo habitavel de alguma forma!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir